Mousse Sensação Zero Açúcar

Consciência RosaVida e SaúdeMousse Sensação Zero Açúcar

Mousse Sensação Zero Açúcar

Muitas vezes o que falta em nossa vida para nos dar um empurrãozinho rumo a uma vida mais saudável é algo desagradável como um diagnóstico indesejado ou números muito ousados impressos em uma folha de papel. Números esses que nos estapeiam, nos afrontam e nos chamam à realidade.

A receita de hoje tem tudo a ver com este momento, em que a glicemia deu um pulo assustador nos exames de sangue do meu marido. Chegou a hora da reviravolta, da mudança e da luta para reverter esses números.

Nossa primeira troca de olhares aconteceu em 1994. Eu tinha acabado de fazer 17 anos. Ele tinha 23. Uma amiga em comum nos apresentou. Da conversa gostosa nasceu uma amizade que durou bastante tempo até que veio o primeiro pedido de namoro da parte dele. Com aquele velho papo de não-quero-estragar-a-amizade-vai-que-o-namoro-não-dá-certo, eu disse “não”, já prevendo que ele, com orgulho ferido, ficaria chateado e daria um fim até à amizade. Mas não. Começava ali a se revelar uma das maiores qualidades dele: a paciência. A amizade continuou normalmente, como se nada tivesse acontecido. Passou algum tempo, um ano talvez, e veio um novo pedido. A resposta foi a mesma.

A reação idem. Mais um tempo se passou e já estávamos em 1997. Terceiro pedido, terceira recusa, terceira demonstração de paciência. Alguns amigos em comum, solidários (inconformados talvez), resolveram dar uma ajuda. Marcaram um cinema. Tinha uma galera reunida, foi uma diversão. Resolveram marcar de novo, dias mais tarde, para vermos outro filme. Porém, nessa segunda vez, só eu e ele aparecemos. Os outros nos deram o cano de propósito… Era fevereiro de 1998, o filme era Titanic. Lembro bem como chovia cântaros no fim da sessão, só ele tinha guarda-chuva. Dividiu comigo. Seu guarda-chuva, sua juventude, seu sobrenome e sua vida.

Sou grata pela paciência, pelo amor, carinho, amizade e pela frutinha que temos em casa e que corre por todo canto, carregando em suas veias o meu sangue e o dele.

Hoje em dia, às pessoas que me dizem que têm medo de namorar um amigo, pois “não-quero-estragar-a-amizade-vai-que-o-namoro-não-dá-certo”, costumo responder: “Ué, e você vai namorar um inimigo?” Argumento de mestre!

Enfim, foi por causa do meu príncipe pós-doutorado em paciência que saí pesquisando uma receita de sobremesa que ele pudesse degustar nas festas de fim de ano. Ele pediu um singelo mousse de chocolate. Mas ele merecia mais.

Peguei uma receita em um site, tentei adaptar e deu errado. Então, no desespero para não perder ingredientes, adaptei em cima da minha adaptação. E aí, sim, deu certo!!! Agora essa não era mais a receita do site, já tinha virado a minha receita. E divido com vocês agora porque a combinação de chocolate com morango é boa demais e é digna de repetições.

O chocolate tem o poder de liberar endorfinas, por isso reduz o estresse. Além de, claro, ser um alimento bem calórico, o que é bom se há necessidade rápida de energia, mas ruim se o objetivo é emagrecer. Com isso, vamos combinar que o chocolate, mesmo reduzido em gordura e na versão zero açúcar, precisa ser consumido com muita moderação. Mas em festas de fim de ano e em ocasiões especiais, tudo bem dar uma chance ao fruto do cacaueiro.

O morango é pouco calórico, antioxidante, tem vitaminas C, B2, B5, B6, B9 e muitos minerais. Reduz o mau colesterol, é rico em ferro e fibras, ajuda a combater inchaços e inflamações, é cicatrizante e ainda dá uma forcinha na memória. Que superfruta!

2401vida-e-saude

Mousse Sensação Zero Açúcar 

- 4 caixinhas de pó para pudim, sabor chocolate zero açúcar

- 1 litro de leite desnatado

- 500 gr de leite condensado zero açúcar

- 2 latas de creme de leite sem o soro

- 1 envelope de gelatina incolor preparada conforme instruções da embalagem

- morangos 

Misture o pó para pudim com o leite (é menos leite do que o indicado na embalagem mesmo) e leve ao fogo até engrossar, mexendo sempre. Leve à geladeira. Quando estiver firme, bata no liquidificador com o leite condensado e o creme de leite. Prepare a gelatina incolor, hidratando e aquecendo (como pedido na embalagem). Acrescente a gelatina morna ao conteúdo do liquidificador. Bata de novo para misturar bem. Alterne camadas de creme de chocolate e morangos picados até terminar o creme. Decore com morangos. Leve à geladeira por 4 horas. Rende para 10 pessoas bem “formigas” ou 15 “comportadas”.

 Lucila Lis